Pouso Alegre realiza Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti

 O controle e monitoramento do Aedes aegypti - mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya e do Zika – conta com diferentes metodologias, entre elas o Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa). Nesse mês de janeiro, o Núcleo de Controle de Zoonoses de Pouso Alegre vai visitar mais de 3 mil residências para realizar o levantamento.
 
O LIRAa é um método de amostragem que tem como objetivo conhecer os indicadores entomológicos de forma rápida e permite observar os índices de infestação predial, o índice de densidade nos criadouros inspecionados e quais são os criadouros predominantes.
 
Desde dia 04 de janeiro, o Núcleo de Controle de Zoonoses tem realizado a pesquisa amostral em imóveis do município. Na ação, agentes coletam larvas em criadouros com água encontrados nos imóveis para análise. 
 
Para que o levantamento fosse feito, a cidade foi divido em 8 estratos, nos quais, dependendo da quantidade de imóveis, se faz pesquisa de 50% ou 20% das residências nos quarteirões sorteados. Ao todo foram programadas visitas em 3.040 imóveis em Pouso Alegre. 
 
A dengue em 2020 em Pouso Alegre
Em todo o ano passado a cidade teve 106 notificações e 26 casos confirmados de dengue. Dos casos positivos, 20 são autóctones (ou seja, contraídos no município) e 6 são importados (que foram adquiridos em outras cidades).