Eficiência das bombas hidráulicas evita inundações no São Geraldo

 Apesar das intensas chuvas que castigam as cidades do Sul de Minas, em Pouso Alegre a situação de alagamentos ocorrida em anos anteriores não se repetiu no bairro São Geraldo e adjacências. O fato é atribuído a ações preventivas da Prefeitura e, principalmente, à eficiência o conjunto de bombas hidráulicas mantidas em funcionamento em locais estratégicos, para dar vazão às águas empoçadas nas várzeas.
 
São ao todo cinco bombas. Quatro delas funcionam dia e noite e uma é mantida na condição de reserva. Os equipamentos têm capacidade de vazão de 5 mil litros por minuto cada um e estão instalados na Lagoa da Banana (2), Av. Vereador Hebert Campos (2) e Várzea da Diquinha (1 bomba móvel com capacidade de 2 mil litros/minuto).
 
No período de chuvas, sempre ocorreu inundação no bairro São Geraldo, ocasionando transtornos e prejuízos aos moradores e comerciantes. Isso devido ao transbordamento das várzeas, decorrente do fechamento das comportas de vazão para o Rio Mandu, medida necessária para impedir a invasão deste às áreas urbanas. Para o escoamento dessas águas represadas, há necessidade de ativar o conjunto de bombas existente.
A Prefeitura informa que as bombas hidráulicas recebem manutenção preventiva constante, para quando necessário serem ativadas para conter os alagamentos que trazem consequências tão desastrosas para a população.