Tradição cultural da Folia de Reis é mantida em Pouso Alegre

Com objetivo de incentivar e manter as tradições populares, a Prefeitura, através da Superintendência Municipal de Cultura, promoveu na noite de sexta-feira (6 de janeiro) a apresentação de cinco companhias de folia de reis.

As apresentações aconteceram frente ao presépio montado pela Superintendência Municipal de Cultura na Praça Senador José Bento. Estavam formados pelo mestre (ou embaixador), o contramestre, os três reis magos, os alfeires e os foliões. Os integrantes se apresentaram uniformizados e tocaram instrumentos como violão, sanfona, zabumba, pandeiro, surdo e triângulo.

Participaram a Companhia de Reis Centenário, de Silvianópolis e os grupos de Folia de Reis do Bairro Catiguar, de Espírito Santo Dourado, de Congonhal, de Borda da Mata e o Grupo de Folia de Reis do Bairro Fernandes, de Pouso Alegre.

A Folia de Reis, ou Reisado, está associada a uma tradição cristã portuguesa e espanhola que foi trazida ao Brasil, provavelmente no século XIX. As apresentações das companhias acontecem no período de 24 de dezembro, véspera do nascimento de Cristo, até 6 de janeiro, data atribuída ao dia em que os reis magos (Gaspar, Melchior – ou Belchior – e Baltazar) visitaram o Menino Jesus na gruta em Belém e levaram presentes. A tradição é celebrada em diversas regiões do País e em Minas Gerais o Conselho Estadual de Cultura declarou a manifestação como Patrimônio Imaterial do Estado. Em Pouso Alegre, tais manifestações da cultura e tradição populares têm todo apoio da Prefeitura Municipal.