Mais um ônibus é incorporado à frota que atende alunos da zona rural

 Nesta quarta-feira (31 de julho) a Secretaria Municipal de Educação incorporou mais um veículo à sua frota de transporte escolar. Trata-se de um micro-ônibus com capacidade para 29 lugares, equipado com dispositivo de acessibilidade e duas vagas de cadeirantes.
 
O veículo foi adquirido com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), através do Programa Caminho da Escola, que visa renovar, padronizar e ampliar a frota de veículos escolares dos municípios, para garantir transporte de qualidade para todos os alunos residentes na área rural.
 
A Secretaria passa a contar com 16 micro-ônibus (01 com acessibilidade – 03 cadeirantes por turno + 10 lugares), 01 ônibus grande com 48 assentos, seis vans locadas e oito kombis que transportam diariamente mais de 1.100 alunos. O atendimento é complementado com a locação de sete ônibus que conduzem nos três turnos cerca de 600 alunos do CIEM do bairro Algodão. “Precisamos fortalecer nossas políticas públicas para oferecer totais condições para que nossos alunos possam ter a educação que merecem”, comenta a secretária municipal de Educação Leila de Fátima Fonseca. A Secretaria vai receber mais duas vans locadas e também foi doado pelo Governo do Estado, mais um ônibus escolar com capacidade de transporte de 29 alunos.
 
Segundo José Mariso Vilela, responsável pelo transporte escolar da SMEC, cerca de 90 mil quilômetros são percorridos por mês pelos veículos escolares da Prefeitura, distribuídos em 29 linhas por todo o município. O transporte dos alunos é complementado com a distribuição de 40 mil passes escolares ao mês, para utilização na área rural e urbana, através da Viação Planalto. E ainda são realizados, mensalmente, em torno de 50 transportes extras para levar os alunos da rede municipal em atividades extracurriculares
 
Conforme a secretária Leila Fonseca, além das grandes distâncias, muitas vezes os alunos passam por regiões de risco e são expostos a dificuldades para terem o acesso e a permanência na escola, ferindo desta forma um direito garantido constitucionalmente a todas as crianças e adolescentes da educação básica. “Daí o empenho da Prefeitura para beneficiar tanto os estudantes do perímetro urbano quanto da região rural do município, na condução para a escola, projetos extracurriculares, competições esportivas e projetos sociais já firmados com a secretaria”, diz Leila Fonseca.